• Diogo de Macêdo

Seguro ou Plano de Saúde: Qual escolher?

Atualizado: 22 de Mai de 2020


Segundo estimativa do IBGE, os gastos com saúde desconsiderar as pessoas que usam o sistema público respondem por cerca de 5% do total de despesas das famílias brasileiras.


Isso quer dizer que se considerarmos apenas utilizar a rede privada de saúde esse custo pode ser bem maior.


Por esse e outros motivos, contratar um seguro saúde ou plano de saúde é cada vez mais importante, principalmente se levar em consideração a qualidade dos serviços públicos oferecidos neste ramo.

Plano ou Seguro Saúde: qual escolher?
Plano ou Seguro Saúde: qual escolher?


Diferença entre Seguro Saúde e Plano de Saúde


A principal diferença trata-se de um fator operacional. Nos planos de saúde a operadora faz uma espécie de acompanhamento ativo da rede conveniada e dos procedimentos para autorizar ao passo que no seguro saúde a rede credenciada é uma facilidade oferecidada pela seguradora pois a natureza de todo seguro é que seja feito por reembolso.


O seguro permite que você escolha com que médico ou em que hospital será feito o atendimento. Já nos planos de saúde, o atendimento fica restrito apenas aos profissionais e entidades conveniados com a operadora.


Daí a importância de questionar seu corretor no momento da contratação para não contratar um seguro com reembolso muito baixo em relação ao mercado.


Outra distinção dos seguros é que as seguradoras não podem administrar diretamente hospitais ou clínicas médicas.



Plano de Saúde


O plano de saúde é um instrumento contratual que possibilita ao consumidor usufruir de assistência médica em rede própria e/ou credenciada da operadora contratada.


Geralmente os planos oferecem convênio com os médicos, hospitais, clínicas e laboratórios e são responsáveis por estes prestadores de serviço.


No plano de saúde o paciente não tem a livre escolha dos prestadores. Ele tem que optar pelos profissionais ou estabelecimentos credenciados ao seu plano.


Os planos na maior parte das vezes é local ou regional enquanto que o seguro costuma ser nacional ou até internacional.


Seguro Saúde


Com o seguro saúde é possível consultar profissionais e entidades que não sejam conveniados. A essência do seguro saúde são contratos de seguro onde os elementos principais são o risco e a livre escolha do prestador pelo segurado.


O objetivo é o reembolso de eventuais despesas médicas com cirurgias, exames clínicos, tratamentos, consultas e internações realizadas pelo segurado por um médico, clínica ou hospital de sua preferência.


A seguradora deve oferecer reembolso em todas as categorias, de acordo com o plano escolhido, permitindo a livre escolha de médicos e serviços.


Atualmente as seguradoras também também possuem uma ampla rede credenciada para fornecer os serviços médicos, onde as próprias seguradoras pagam diretamente o prestador, sem prejuízo da livre escolha ao segurado. O segurado é assistido sem a necessidade de desembolso prévio.


Vale lembrar que a ANS é a responsável por fiscalizar e regulamentar tanto os planos de saúde quanto os seguros saúde – este último desde 2001, com base na Lei 10.185/01. Por isso, em caso de dúvidas, a agência pode ser acionada pelos beneficiários, bem como as operadoras e seguradoras.


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo